Candidato do PT ao GDF vai defender o legado nacional

Ideia do partido é usar tempo de TV e debates para reforçar os feitos de Lula e Dilma

O PT no Distrito Federal já decidiu: vai ter candidato ao Governo do DF. O entendimento do partido é de que seja necessário ter um bom nome, com atuação na esfera nacional, para fazer a defesa do partido, que deve sofrer ataques em todas as frentes. A ideia é usar o tempo de TV e os debates para reforçar os feitos das gestões dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. E, com isso, fortalecer a imagem da legenda, desgastada não só no DF, depois da passagem de Agnelo Queiroz pelo Palácio do Buriti, mas em todo o País, com o impeachment de Dilma e a condenação de Lula.

Quem confirma o que petistas conversam entre si é o deputado distrital Wasny de Roure (PT), para quem o partido procura uma pessoa que não esteja limitado à vida pública do Distrito Federal, “mas um nome que possa trazer também a defesa do partido no âmbito federal”.

O cuidado, ele explica, se deve à enxurrada de ataques que o partido vem sofrendo nos últimos tempos. “Nós temos um legado que é invejável, patamares que poucos alcançaram”, diz o parlamentar, que deve se candidatar ao Senado.

Ódio ao pobre e ao servidor

Wansy já dá o tom que deve nortear o discurso do partido na campanha: “Essa política de criminalização do servidor publico e ódio ao pobre, que foi uma conduta da atual gestão, prejudica o sentimento de reconquista da esperança que eu espero que Brasília possa retomar.”

 

Foto: Divulgação

Marina Marquez



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2021 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar