Enquanto o DF para por falta de combustível, filho do governador ostenta abastecimento em rede social

25 de maio, 2018 - 21:16 Atualizado em 26/05/2018 00:05

Vídeo foi postado na noite desta sexta, no mesmo dia em que o governo conseguiu a liberação de caminhões-tanque para abastecer carros oficiais

Enquanto os brasilienses enfrentam quilométricas filas para brigar por um litro de gasolina nos postos, o filho do governador Rodrigo Rollemberg, Ícaro, ostenta em uma rede social um vídeo de galões cheios de combustível, prática que é proibida pela Agência Nacional de Petróleo (ANP).

“Ostentação é isso aqui, tanque cheio, galão cheio e os planos B aqui, ó”, diz o empresário, enquanto filma alguém, em um posto aparentemente vazio, abastecendo um galão na carroceria de uma caminhonete e, em seguida, cavalos dentro de um reboque.

O vídeo foi postado na noite desta sexta-feira (25), auge das manifestação de caminhoneiros, e mesmo dia em que o governo conseguiu a liberação de caminhões-tanque com combustível para abastecer veículos oficiais, tais como ambulâncias e viaturas.

Horas antes da publicação do vídeo, que foi apagado em seguida pelo filho do governador, o Palácio do Buriti havia anunciado que a Procuradoria-Geral do DF obteve decisão liminar que obriga os caminhoneiros a desobstruírem as rodovias do DF.

Por meio de nota, a Comunicação do Governo do DF informou que Rollemberg repreendeu o filho e “determinou que ele retirasse o vídeo”. Mas não esclarece onde é o posto que aparece no vídeo, nem como o filho do governador conseguiu ter acesso a tão grande quantidade de combustível quando a maioria dos postos da capital está desabastecida.

Pedido de desculpa

Duas horas depois de ter postado – e apagado – o vídeo, Ícaro foi à mesma rede social se desculpar. Explicou que o combustível em questão é diesel e que abasteceu em um posto do Estado de Goiás, “onde não há dificuldade de achar esse tipo de combustível”.

O filho do governador reconhece que foi infeliz no que chamou de “brincadeira” e pediu “sinceras desculpas”. Disse ainda esperar que o “infeliz episódio” não sirva de exploração política. “Aqueles que me conhecem sabem da minha índole e dos meus valores”, escreveu Ícaro.

Crise no DF

Por causa da crise de abastecimento, o governo chegou até a suspender as aulas nas escolas públicas do DF nesta sexta-feira. Cirurgias eletivas foram suspensas e atendimento em vários locais de atendimento à saúde primária também foram cancelados até segunda-feira (28).

Rollemberg também determinou que a Polícia Civil instaure investigação criminal para apurar crimes contra a relação de consumo e a economia popular e ao Procon que continue a fiscalizar e punir postos de gasolina que praticarem preços abusivos. À Polícia Militar foi determinado que trabalhe para desobstruir as rodovias federais, “de acordo com decisão da Justiça Federal”.

Deixe uma resposta