PDT espera – e reza – para que PSB Nacional não feche com Ciro Gomes

Advertisements

Executiva Regional torceu o nariz para sinalização do presidente Carlos Lupi para acordo com Rollemberg

carlos lupi pdt ciro gomes

Presidente do PDT Carlos Lupi quer apoiar Rollemberg em troca de apoio do PSB a Ciro Gomes / Foto: Isis Dantas

O PDT-DF vai aguardar até o último momento para definir seu futuro nas eleições de 2018. O presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, sinalizou nesta terça-feira (31) que só haverá imposição do partido nacional se o PSB fechar com Ciro Gomes em âmbito nacional. Caso o partido do governador Rollemberg libere os Estados para montar os próprios palanques de presidente, o DF poderá lançar candidatura própria de Peniel Pacheco, que era o plano inicial.

Lupi sofreu uma grande pressão dos integrantes do DF. O mais resistente, deputado Claudio Abrantes, deixou claro que não estará com o governador do PSB e, se preciso for, vai retirar a candidatura. 

E Joe?

Na reunião desta terça não estava presente o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle. Ele tinha viagem marcada para fora do Brasil e decidiu não cancelar. Já teria jogado a toalha, dizem alguns correligionários.

O comentário que se repetiu, nos bastidores, era apenas um – se Joe tivesse mantido a candidatura, nesse momento, o PDT não viveria esse momento tão difícil e não estaria nesta sinuca de bico.



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2019 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar