Rollemberg diz ter acabado com “propinoduto” no DF

3 de October, 2018 - 0:47 Atualizado em 03/10/2018 00:47

Advertisements

Rollemberg: “Eu provei que é possível governar sem corrupção”- Foto: Reprodução

No debate promovido pela TV Globo, na noite desta terça-feira (2), o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) fez questão de ressaltar que o governo dele é limpo. “Eu provei que é possível governar sem corrupção”, disse, ao dizer que acabou com o “propinoduto que existia no Distrito Federal.

“A nova política é governar com honestidade e responsabilidade, como a gente vem governando”, disse o chefe do Executivo, apontando que entre os adversários há candidatos condenados e um (Ibaneis Rocha), que esconde o “braço direito” do presidente Michel Temer, Tadeu Filippelli, que, nas palavras do governador, é o “patrocinador” da candidatura do advogado do MDB. 

“Governo sério é uma novidade na nossa cidade”, disse o governador, nas considerações finais. No fim do debate, Rollemberg disse que há três anos e nove meses o DF “não vê o nome de Brasília relacionado a denúncias de corrupção”. Obviamente não fazem parte do governo dele, mas, recentemente, a capital federal foi notícia nacional por corrupção, quando Filippelli e os ex-governadores José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT) foram presos acusados de participarem de esquema de corrupção na obra do Estádio Nacional Mané Garrincha, há quase um ano e meio.

Sete candidatos ao Governo do DF participam do último debate antes do primeiro turno da eleição, promovido pela TV Globo, na noite desta terça-feira (2). Participam o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), Ibaneis Rocha (MDB), Julio Miragaya (PT), Rogério Rosso (PSD), Alberto Fraga (DEM), Eliana Pedrosa (Pros) e Fátima Sousa (Psol).

 

Deixe uma resposta