Rodrigo Freire: defesa do setor produtivo e de privatizações

6 de October, 2018 - 9:45 Atualizado em 06/10/2018 09:47

Advertisements


Empresário de Brasília é aposta do Novo para fazer bancada na Câmara dos Deputados por aqui

 

Reguffe gravou até vídeo de apoio a Rodrigo Freire – Foto: Reprodução

Empresário e defensor do setor produtivo, Rodrigo Freire é aposta do partido Novo para fazer bancada na Câmara dos Deputados por aqui. E, durante esta campanha, foi visto várias vezes panfletando nas calçadas, principalmente lá para as bandas da Feira dos Goianos. “Empreender no Brasil é quase um ato heróico”, ele diz, para lembrar de como é burocrático e caro ser empresário. Além de defender o empreendedorismo, ele é a favor da privatização de empresas estatais, como Terracap, BRB, CEB, Caesb, Codhab e Metrô.

Casado com uma apresentadora de TV, a Sabrina Albert, que vez ou outra aparece do lado dele na campanha e estrela também os panfletos, ele tem 37 anos e é dono de dois badalados restaurantes da capital. Bem conhecido no mundo gastronômico e empresarial da cidade, ele ainda é presidente da Associação Brasileira dos Bares e Restaurantes (Abrasel-DF).

Estreante na política, assim como o partido, ele orgulha-se de ter o apoio do senador Reguffe (sem partido), que gravou vídeo pedindo voto para ele. Eles, que são amigos de longa data, têm bandeiras em comum, conforme conta Freire. Uma delas é zerar a carga tributária, principalmente sobre medicamentos. O candidato do Novo diz também querer acabar com os impostos sobre os alimentos essenciais.

Ele também reza a cartilha escrita pelo senador sem partido, condição estabelecida por Reguffe para manifestar apoio nesta eleição: não aceitar salários extras; não usar verba indenizatória; reduzir o número de assessores do gabinete de 28 para nove; reduzir a verba para o pagamento dos assessores; votar contra aumento de imposto; não viajar com dinheiro público; destinar as emendas ao orçamento exclusivamente para saúde, educação e segurança; cumprir o mandato integralmente; e não fazer indicações para cargos no governo.

E mais: ele disse que pretende fazer processo seletivo para contratar até os assessores de gabinete, assim como o Novo fez antes de lançar os candidatos do partido. Quer também dar imunidade tributária para pequenos empresários de pelo menos um ano.

Quase todas as bandeiras de Freire passam pelo fortalecimento do empreendedorismo: simplificação para motivar o empreendedorismo e melhorar o ambiente de negócios; transparência, justiça e redução da carga tributária; redução do Estado, com foco e eficiência nos serviços públicos essenciais, como saúde, educação e segurança pública; fiscalizar ações do Executivo e a gestão do orçamento; austeridade e eficiência na gestão de recursos e serviços públicos; ordenamento urbano, harmonia com o setor produtivo e viabilização da regularização fundiária; fortalecer o turismo como propulsor de desenvolvimento econômico; privatização de empresas estatais, como Terracap, BRB, CEB, Caesb, Ceasa, Codhab, Emater e Metrô; e Parceria Público Privada ou privatização para ocupação de parques, espaços e equipamentos públicos.

Assista ao vídeo em que Reguffe pede voto para Rodrigo Freire:

Deixe uma resposta