Advertisements

Texto é de autoria do deputado Claudio Abrantes e já havia sido vetado pelo governador Rodrigo Rollemberg

 

Claudio Abrantes circula pela cidade sobre duas rodas – Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo com o governador Rodrigo Rollemberg sustentando que a norma é inconstitucional, a Câmara Legislativa derrubou o veto e promulgou a lei que estabelece a cobrança de tarifa reduzida para motociclistas em estacionamentos privados. A proposta é do deputado distrital Claudio Abrantes (PDT), que agora é o líder do governo na Casa.

Ele, que também é motociclista, justifica que a cobrança reduzida não se aplica apenas aos casos em que há espaços exclusivos para motocicletas. Em caso de não existência de vagas para motocicletas, os estabelecimentos devem, ainda assim, praticar tarifas diferenciadas em relação às dos automóveis.

Os valores devem ser afixados “de forma clara e ostensiva na entrada do estacionamento e nos locais de pagamento”, diz o texto, promulgado e publicado no Diário Oficial da Câmara Legislativa, nesta quarta-feira (30).

Para entrar em vigor, o texto ainda precisa ser publicado no Diário Oficial do DF.

Leave a Reply