Daniel Donizet pede fim de “mi-mi-mi” e “blá-blá-blá” na Câmara Legislativa

Advertisements

Defensor de Bolsonaro reclama de discursos repetidos da esquerda e sugere que deputados apenas discutam os projetos para a cidade

Daniel Donizet: “Chega desse negócio de laranjas. Será que lá no sítio, em Atibaia, tem um pé de laranja? Não sei, mas pé de maçã podre eu tenho certeza que tem” – Foto: Mardonio Vieira

Defender o presidente Jair Bolsonaro não é tarefa fácil. Principalmente na Câmara Legislativa, onde dada decisão polêmica da equipe de governo cai como uma bomba. O deputado distrital Daniel Donizet, que também é do PSL, está irritado com as constantes críticas que o Governo Federal vem recebendo na Casa. Pede aos colegas para evitarem os “mimimis” e os “blablablás” nas sessões e alfineta o PT e o PSOL.

Nesta terça-feira (26), o deputado Chico Vigilante (PT) ocupou a tribuna para falar da pesquisa que mostra a baixa aprovação de Bolsonaro, a quem ele sempre chama de “presidente capiroto”. Donizet, que afirmar estar ali não para defender ninguém, mas sim a população, pediu que os parlamentares, “no mínimo”, respeitasse o presidente, que recebeu voto de 70% dos eleitores brasilienses. E lembrou que Lula está preso e vai passar o Carnaval em Curitiba. “Eu peço aos parlamentares para debatermos ideias. Chega desse negócio de laranjas. Quem gosta de laranja aqui? Será que lá no sítio, em Atibaia, tem um pé de laranja? Não sei, mas pé de maçã podre eu tenho certeza que tem”, bradou.

Depois, ele voltou à tribuna para contestar Fábio Felix, do PSOL, que classificou como “presepada” a carta do ministro da Educação que pede que alunos cantem o Hino Nacional e sejam filmados por diretores. E faz uma provocação ao deputado federal do PSOL, Jean Wyllys, que ele disse ter “fugido do País”, depois de ser condenado a indenizar a deputada federal do partido dele, Bia Kicys.

Ao Poder no Quadrado, Donizet diz que a dificuldade não é nem defender o governo Bolsonaro. “Eu acho que se perde muito tempo com acusações e a gente não tem tempo para debater. Se você acompanhar, as falas desse pessoal da esquerda são repetidas. A gente precisa trabalhar. Na semana passada, não votamos praticamente nada. Nesta semana, também não. Eu acho que a gente tem que priorizar nossa pauta”, reitera.

Ouça a seguir comentário na Rádio CBN sobre o assunto:



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2019 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar