Advertisements

Júlia Lucy votou contra a criação da nova pasta – Foto: Ísis Dantas

Ao apreciarem o projeto que cria a Secretaria da Pessoa com Deficiência, deputados distritais criticaram a falta de orçamento para garantir o funcionamento da pasta que será comandada pelo deputado distrital Iolando (PSC). Ao votar contra o projeto, a deputada Júlia Lucy (Novo) disse que não tem como trabalhar sem orçamento: “Sem dinheiro, esquece”, discursou.

Ao mencionar que não se pode ter mais um “cabide de emprego”, a deputada do Novo concluiu: “Chega de ficar criando estrutura que não serve para nada.”

Outros deputados, como Leandro Grass (Rede), Reginaldo Veras (PDT), Chico Vigilante (PT), Arlete Sampaio (PT) e Fábio Felix (PSOL), também criticaram a falta de previsão orçamentária para a pasta.

Agaciel Maia (PR) se comprometeu em ajudar Iolando a conseguir dinheiro para as políticas públicas

 

Leave a Reply