Advertisements

Depois de anunciar o recrutamento de mulheres com idade acima de 14 anos, padre da Estrutural se manifesta contra deputada do Novo 

 

Julia Lucy: “Se tem vida sexual ativa, tem que se prevenir” – Foto: Divulgação

A deputada distrital Julia Lucy (Novo) organizou uma ação para recrutar mulheres com idade acima de 14 anos para colocar o DIU, na Estrutural. Todo o material e o atendimento, conforme ela explica, são fornecidos pela Secretaria de Saúde. Mas bastou que ela divulgasse o link para cadastro das interessadas, para que o Padre Geraldo Gama, que é titular de uma das paróquias da região administrativa, se manifestasse contra a ação.

Em manifestação divulgada pelo WhatsApp, o padre conclama “católicos e pessoas de bem” para repudiar o ato. “Esclareço que o posicionamento da Igreja Católica Apostólica Romana quanto ao uso do DIU é imoral e incorre em pecado mortal, pois tem efeito anticoncepcional”, escreveu.

Segundo a deputada, a campanha “Eu posso planejar”, que começa nesta quarta-feira (2), inclui apresentações sobre planejamento familiar, triagem e atendimento de mulheres que tenham interesse nos métodos contraceptivos. O agendamento para colocação do DIU, ela explica, será apenas para aquelas que apresentarem todos os requisitos.

Sobre o caráter abortivo do DIU, ela diz que trata-se de um dos métodos com maior adoção internacional, e está claro até no site do Ministério da Saúde que “o DIU funciona evitando a fecundação e formação do embrião, sem caracterizar aborto, portanto”. “Se tem vida sexual ativa, tem que se prevenir”, ela diz.

Leave a Reply