Sistema que vai acabar com uso de papel na Câmara Legislativa é lançado nesta terça-feira

Advertisements

Previsão é que a Casa economize de R$ 200 mil a R$ 300 mil por ano

 

Entusiasta da proposta, Rodrigo Delmasso diz que todo os documentos passam a ser digitalizados a partir de agora – Foto: Rogério Lopes

É nesta terça-feira (5) que a Câmara Legislativa do Distrito Federal dá o pontapé inicial para utilização do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que vai abolir a utilização de papel na tramitação de documentos e processos. O lançamento está marcado para as 16h no Plenário da Casa.

O deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos), que é vice-presidente da Câmara Legislativa e entusiasta da implementação do SEI, a previsão de economia anual deve ser de R$ 200 mil a R$ 300 mil. “Memorandos, comunicados, contratos e outros processos e documentos serão digitalizados, podendo ser consultados de forma eletrônica. Isso vai trazer mais economia, porque vamos começar a abandonar as impressoras”, explica

Como o sistema foi implementado por meio de um termo de cooperação entre a Câmara Legislativa e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), a novidade, reforça o gabinete de Delmasso, não terá custo para a Casa.



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2019 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar