Jubileu de 60 anos da Arquidiocese de Brasília é celebrado na Câmara Legislativa

Advertisements

Dom Sergio da Rocha participou da “santa sessão” proposta pelo deputado distrital João Cardoso, que é católico

 

Dom Sergio, entre a Irmã Credileide Matias, do Santuário da Mãe Rainha Três Vezes Admirável, e o deputado João Cardoso, na sessão solene – Foto: Silvio Abdon/CLDF

O arcebispo de Brasília, Dom Sergio da Rocha foi presença ilustre na Câmara Legislativa, na sexta-feira (22), quando participou de uma sessão solene em homenagem aos 60 anos da Arquidiocese de Brasília. A alegria do cardeal foi expressada no discurso, em que falou que as histórias da igreja e da construção da nova capital estão mescladas.

Dom Sergio lembrou que a primeira missa celebrada na cidade ocorreu em 13 de maio de 1957 com a participação do então presidente Juscelino Kubitschek e trabalhadores. “Em nome da Arquidiocese de Brasília, quero manifestar a nossa gratidão muito sincera pela feliz iniciativa da realização desta sessão. Essa iniciativa é de especial importância não somente para a Arquidiocese de Brasília, mas para o DF, pois a história de Brasília e da arquidiocese são entrelaçadas de modo que desde o início da nova capital a igreja católica já se fazia presente”, disse o número da Igreja Católica da capital.

Proposta pelo deputado distrital João Cardoso (Avante), que é católico, a “santa sessão”, como denominou o parlamentar, contou a presença também de Dom Marcony Vinícius, bispo auxiliar de Brasília, outras lideranças religiosas, seminaristas e fieis. Fez parte da mesa, ainda, o filho do deputado, Bruno César,  de oito anos. “Eu só quero falar que Deus abençoe a minha família e a igreja”, discursou o caçula da numerosa prole, que soma oito filhos.

“Reconhecimento e gratidão”

Cardoso ressaltou que a celebração é uma “forma de reconhecimento e gratidão”, citando parte da trajetória pessoal dele e da caminhada na igreja. “Sempre falo que essa missão de estar hoje como deputado também nasceu dentro da Arquidiocese de Brasília, com palavras de Dom João Braz de Aviz, que sempre me falava que eu tinha dom para política. O interesse por esta participação foi reforçado pelo Papa Francisco em um de seus discursos, quando afirma que ‘a política é o melhor exercício da caridade'”, completou.



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2019 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar