2020: o ano da saúde e da infraestrutura

Atualizado em 09/01/2020

Governador Ibaneis Rocha chega das férias nos Estados Unidos com data marcada para assinar a ordem de serviço para construção do túnel de Taguatinga: 14 de janeiro. Além de intensificar as obras viárias, ele pretende entregar uma UPA por mês, a partir de março – ou abril, quando deve ser inaugurada a unidade de Ceilândia

 

Avenida Elmo Serejo: túnel que Ibaneis pretende construir vai ligar EPTG à via que sempre engarrafa – Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Saúde e infraestrutura serão as prioridades de Ibaneis Rocha em 2020, segundo ele mesmo. As obras viárias ganham destaque neste primeiro momento. No dia 14, assim que chegar da viagem que faz aos Estados Unidos, onde está desde o fim do ano, ele assina a ordem de serviço para construção do túnel de Taguatinga e espera inaugurar uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) por mês, a partir de março ou abril, com a abertura da unidade de Ceilândia.

Em 2020, o Governo do DF prevê a entrega de 210 obras (112 no primeiro semestre e 98 no segundo);. Há previsão de se investir R$ 1,5 bilhão. Somam 223 as obras que devem ser licitadas neste ano – 177 no primeiro semestre e 46 no segundo). O valor a ser investido passa de R$ 4,1 bilhões.

Clique aqui para ouvir comentário sobre o assunto na Rádio CBN

Assim que desembarcar em Brasília, a prioridade de Ibaneis é dar andamento à obra que foi gestada no governo de José Roberto Arruda, há mais de dez anos – o Tribunal de Contas autorizou, no mês passado, a continuidade da execução do contrato firmado com o Consórcio Novo Túnel, responsável pela elaboração do projeto que dará acesso ininterrupto da EPTG à Avenida Elmo Serejo.

Logo depois, o governo diz que dará início à revitalização da Avenida Helio Prates e planeja, ainda, entregar totalmente o Trevo de Triagem Norte.

Além das obras viárias, obras de infraestrutura para a Saúde estão previstas para este ano: a construção do hospital materno-infantil de Ceilândia e do hospital Centro-Sul do Guará; mais 20 UBS (Unidades Básicas de Saúde); além da reforma total nos hospitais regionais de Ceilândia e do Gama e da ampliação dos hospitais regionais de Brazlândia e de Sobradinho.

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2020 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar