Ibaneis põe fogo no parquinho e adianta 2022

Governador dispara rajadas em entrevista: coloca culpa do tráfico de drogas em Sérgio Moro, critica o Judiciário, acusa servidores de corrupção, provoca o Ministério Público e ataca governos dos últimos dez anos. Mesmo sem citar nome, faz elogios a Arruda e desperta Rollemberg, que partiu para ataque. Podemos dizer que já é ano eleitoral no DF

Rodrigo Rollemberg saiu em resposta a Ibaneis Rocha, depois de o governador metralhar geral em entrevista – Foto: André Borges/Agência Brasília

Corajoso. Para dizer pouco. Assim aliados do governador Ibaneis Rocha classificam a entrevista que ele concedeu à TV Globo nesta terça-feira (3). O relógio não marcava nem oito horas da manhã direito quando os bastidores da política fervilhavam em Brasília. Como se na boca tivesse uma metralhadora, o chefe do Executivo disparou contra o Ministério Público, o Judiciário, o ministro Sérgio Moro (Justiça), servidores que ele classificou como corruptos e governos anteriores.

Após ser provocado pelo Ministério Público, o governo diz que deve encaminhar a qualquer momento toda a documentação com as provas de corrupção nas secretarias de Educação e Saúde.

As falas acordaram até o ex-governador Rodrigo Rollemberg, que, junto com Rogério Rosso, foi criticado por Ibaneis como responsável pelo caos da saúde acumulado nos últimos dez anos. E gravou até um vídeo, em que refuta as falas do atual chefe do Executivo. Com o vídeo, publicado nas redes sociais, Rollemberg assume assento na cadeira de adversário. E aí já podemos dizer que 2022 é agora.

Ouça comentário na Rádio CBN sobre o assunto

Para aliados de Ibaneis, com a fala, o ex-governador não teve habilidade para refutar a afirmação de que é incompetente. Mas, no vídeo, gravado na casa da mãe, Dona Tereza, que até aparece ao fundo, Rollemberg fez piada. E deu até um sugestão ao atual governador: “Viaje menos, se preocupe menos com o futebol e trabalhe mais.” E fez trocadilho: “Não vos ‘enganeis’, o povo de Brasília, quando o elegeu, não o conhecia, agora, já o conhece e não admitirá mais ser enganada”.

Mais discreta, a deputada federal Paula Belmonte (PPS-DF) usou o Twitter para fazer uma crítica a uma das promessas de Ibaneis: “Vamos acompanhar a promessa do governador Ibaneis de entregar 400 escolas até o final do ano no Distrito Federal…”

Com direito a reticências e tudo. Ela se referia a um trecho da conversa em que o governador diz que entregará 400 módulos até o fim do ano, mas, conforme esclareceu o Palácio do Buriti, não se trata de novos prédios escolares, mas da ampliação de alguns existentes e construção de algumas escolas novas.

MP já está na cola

No mesmo dia da entrevista, o Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus), informou que quer ter acesso a todas as informações sobre irregularidades na gestão da Secretaria de Saúde do DF que motivaram as declarações do governador.

Para o promotor de Justiça Clayton Germano, o chefe do Executivo “tem a obrigação e o dever de repassar às autoridades competentes informações sobre ilicitudes de que tenha conhecimento”.

O MP também requisitou o envio de documentos, relatórios e processos administrativos, no prazo de dez dias úteis, ao secretário de Saúde, Osnei Okumoto; e ao controlador-geral do DF, Paulo Martins.

Polêmicas

Na entrevista veiculada nesta terça-feira (3), Ibaneis questionou diversas vezes onde estaria o Ministério Público, ao mencionar que haveria casos de corrupção no próprio governo.

E, ao ser questionado pelo tráfico de drogas no centro da capital, ele disse que “é culpa do (ministro da Justiça) Sérgio Moro”.

O tom do governador, na entrevista, lembra os primeiros dias de governo, quando não poupou as palavras e causou alguns melindres, pelo jeito mais incisivo e por vezes considerado grosseiro. Depois, inaugurou uma nova fase, paz e amor, mas parece que, por ora, ela também foi superada.

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2020 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar