Com lockdown impossível, comércio pode ser interrompido em regiões críticas. Ouça comentário na CBN

Atualizado em 06/06/2020

Ceilândia, Samambaia, Estrutural, Sol Nascente e Por do Sol estão na dianteira dos doentes por Covid no DF. Governo estuda bloquear o comércio nas regiões e restringir acesso a serviços essenciais

 

Ceilândia – junto com Sol Nascente e Por do Sol – é a região administrativa com o maior número de casos confirmados no DF: caminhão percorre a região para desinfecção de ruas – Divulgação

O governo já considera a impossibilidade de se colocar as regiões com crescimento de contaminação por coronavírus em lockdown. Há grande probabilidade, no entanto, de se interromper o comércio em Ceilândia, Sol Nascente, Por do Sol, Estrutural e Samambaia, mesmo com a reabertura de parques e igrejas em todo o DF.

Estabelecer lockdown, como se cogitava, esbarraria na extensão territorial das regiões administrativas. Como controlar as fronteiras, se, neste modelo, todo o transporte seria restrito, o comércio interrompido e a circulação de pessoas na rua também. O que deve ocorrer nos próximos dias é o bloqueio do comércio e a restrição de acesso a serviços essenciais nestas regiões administrativas.

Clique aqui para ouvir comentário na Rádio CBN sobre o assunto

No domingo, o governador Ibaneis Rocha gravou um vídeo em que prega a importância de se tomar os cuidados para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus e permanecer em casa, caso isso seja possível. Mesmo se recuperando de uma cirurgia,  o chefe do Executivo já manifestava preocupação com o número de casos registrados nestas regiões mais periféricas da capital.

As ações do governo têm se intensificado nos locais mais vulneráveis, com ações de desinfecção, distribuição de máscaras e fiscalização. A impressão que se tem, ao andar pelas periferias, é que, ali, vive-se uma realidade paralela e bem diferente das regiões mais centrais, onde é difícil ver alguém sem máscara de proteção, por exemplo. Como salientam os deputado Rafael Prudente (MDB) e Chico Vigilante (PT), que, em sessão da Câmara Legislativa, nesta semana, pediram mais atenção à região de Ceilândia, que já está na dianteira do número de casos registrados: segundo boletim divulgado na noite de quarta-feira (3), a região somam 1.376 os confirmados com a Covid 19.

O governo cogita medidas de restrição mais duras nas regiões periféricas onde os números têm crescido na mesma semana em que liberou o funcionamento de parques e igrejas em toda a capital. “As medidas do governo seguem intuitivas e com baixíssimas evidências científicas”, dispara o parlamentar opositor, Leandro Grass (Rede), para quem o lockdown seletivo é “um amadorismo”, uma vez que a maior parte da população das regiões administrativas trabalha em outros territórios e vai continuar circulando.

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2020 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar