A saída do Bispo e a reunião de mais apoios

Bispo Renato deixava deputados temerosos de que ele estivesse trabalhando para voltar a sentar, em definitivo, numa das cadeiras do Plenário – Foto: Poder no Quadrado

O governador Ibaneis Rocha – e os emissários dele – trabalharam bastante nos bastidores, para tentar reaprumar a base aliada na Câmara Legislativa. A saída de Bispo Renato da articulação com os deputados distritais foi vista como sinalização importante do Palácio do Buriti para a negociação.

Era notório, já há algum tempo, o incômodo com a presença de um ex-deputado na negociação com o Executivo. Parlamentares argumentavam que ele era visto como um adversário político. Mas o governador demorou a ceder. E, agora, resolveu transferir o Bispo para a Administração Regional de Taguatinga.

Foi dada carta branca para os negociadores e, mesmo com a promessa de que o governador estaria disposto a atender os pleitos, as conversas começaram a fluir melhor quando o Diário Oficial do DF trouxe a saída do Bispo da Câmara Legislativa.

E aí é que os cargos começaram a ser reaprumados.

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2020 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar