Reginaldo Veras sobre a CPI da Pandemia: “A Câmara não pode ser frouxa. Ou instala ou não instala”

Reginaldo Veras desabafou na sessão, que foi suspensa por falta de quórum: “A Câmara não pode ser frouxa” – Foto: Reprodução

A fala do distrital Reginaldo Veras (PDT), na sessão remota da Câmara Legislativa desta quarta-feira (9), começou com um “Cadê os deputados?” e terminou com um “desculpe pelo desabafo”. Mais uma vez, a tentativa de se instalar a CPI da Pandemia foi frustrada, depois de o presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB) se comprometer com a consulta ao colégio de líderes. “A Câmara não pode ser frouxa. Ou instala ou não instala e cada um assume a responsabilidade com a sociedade”, disparou (veja o vídeo abaixo).

Nem Rafael Prudente, que deu todos os indícios de que estava ganhando tempo para o governo tentar reverter a instalação da CPI, apareceu na sessão. Alegou imprevistos familiares, conforme anunciou Robério Negreiros (PSD), que assumiu o comando dos trabalhos.

“Ontem (terça-feira), assumimos um compromisso de que todos estariam aqui pra gente decidir se íamos ou não íamos instalar a CPI”, disse, ao constatar que não haveria quórum para que o colégio de líderes decidisse sobre a instalação do colegiado para investigar os gastos da Secretaria de Saúde durante a pandemia do novo coronavírus. “Decidam, digam sim ou não. Estou de saco cheio dessa história de CPI, se instala ou não. Vamos tomar a decisão, a gente foi eleito para tomar decisão”, bradou.

A sessão dessa quarta foi aberta e encerrada sem quórum. No momento em que tinha um maior número de deputados por lá, eles eram apenas 12. No Palácio do Buriti, ainda tem gente que acha possível barrar a instalação da CPI e, enquanto isso não se concretiza, o governo trabalha para ter maioria no colegiado.

Siga o Poder no Quadrado no Facebook e não perca nenhuma novidade!

Veja o vídeo!

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2020 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar