STF cobra explicações de órgãos do DF sobre despejo em parque no Lago Sul

Ministra Rosa Weber deverá levar assunto ao plenário após manifestação do GDF e Ministério Público

 

Parque das Copaíbas fica no Lago Sul – Foto: Agência Brasília

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que órgãos do Distrito Federal deem explicações sobre o despejo da família de um biólogo da Embrapa no Parque das Copaíbas, terreno localizado no Lago Sul, em Brasília.

Genaro Ribeiro de Paiva, que é conhecido nacionalmente como especialista em genética molecular, foi despejado junto com a família em julho de 2018 e recorreu ao Supremo por não ter sido nem sequer citado na ação de despejo.

Além do Governo doDF, o Ministério Público também deverá se manifestar na ação que corre no STF. Após ouvir os réus, Rosa Weber deve levar a ação ao plenário.

O biólogo afirma ter adquirido os direitos hereditários do terreno de forma regular em 1996. No local, diz ter criado os filhos e enterrado as cinzas da ex-mulher.

O Parque das Copaíbas foi criado em 1997 e está localizado entre as QI 26 e QI 28 e pertence à Área de Proteção Ambiental (APA) do Lago Paranoá.

A desocupação total da área foi realizada pela antiga Agefis – atual DF Legal – em 2018. Ao todo, 22 casas foram derrubadas.

Millena Lopes



Deixe seu Comentário





* Campos obrigatórios

Poder no quadrado - Blog de política

Copyright © 2021 - Poder no quadrado | Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução total ou parcial, de qualquer texto ou foto deste site, em qualquer meio de comunicação, mesmo que citada a fonte, sem prévia autorização.

×Fechar